segunda-feira, 4 de abril de 2016

Resultado de imagem para imagem o cavalo e o porco O cavalo e o porco



Um fazendeiro colecionava cavalos e só faltava um determinado espécime.
 
Um dia ele descobriu que o seu vizinho tinha este determinado cavalo. Assim, ele atazanou seu vizinho até conseguir comprá-lo.
 
Um mês depois o cavalo adoeceu e ele chamou o veterinário:
 
– Bem, seu cavalo está com uma virose e precisa tomar este medicamento durante três dias. No terceiro dia eu retornarei e caso ele não esteja melhor será necessário sacrificá-lo.
 
Neste momento, o porco escutava toda a conversa...
 
No dia seguinte deram o medicamento e foram embora.
 
O porco aproximou-se do cavalo e lhe disse:
 
– Força, amigo! Levanta daí, senão você será sacrificado!
 
No segundo dia, deram o medicamento e foram embora. O porco aproximou-se novamente do cavalo insistindo:
 
– Vamos lá, amigão, levanta senão você vai morrer! Vamos lá, eu te ajudo a levantar... Upa! Um, dois, três...
 
No terceiro dia, deram o medicamento e o veterinário sacramentou:
 
– Infelizmente vamos ter que sacrificá-lo amanhã, pois a virose pode contaminar os outros cavalos.
 
Quando foram embora, o porco foi ao encontro do cavalo:
 
– Cara, é agora ou nunca! Levanta logo! Coragem! Upa! Upa! Isso, devagar! Ótimo, vamos, um, dois, três... Legal, legal, agora mais depressa, vai... Fantástico! Corre, corre mais! Upa, upa, upa!!! Você venceu, Campeão!!!
 
Então, de repente o dono chegou, viu o cavalo correndo no campo e gritou:
 
– Milagre! O cavalo melhorou. Isso merece uma festa. Vamos matar o porco!
 

Quantas vezes isso acontece dentro de uma empresa, ou mesmo em nossas famílias, e não percebemos quem era merecedor do mérito por um sucesso alcançado?
 
Autor: Desconhecido



The horse and the pig

A farmer used to collect horses and only lacked a particular specimen.
 
One day he found out that his neighbor had this particular horse. So, he kept buggin' your neighbor to be able to buy it.
 
A month after the horse got sick and he called the vet:
 
-Well, your horse is with a virus and need to take this medication for three days. On the third day I will return and if he isn't better, it will be necessary to sacrifice him.
 
Right now, the pig listened to all the talk.
 
The next day they gave the medicine and left.
 
The pig approached the horse and told him:
 
-Go ahead, friend! Get up, otherwise you will be sacrificed.
 
On the second day, they gave the medicine and left. The pig came up again the horse insisting:
 
-Come on, buddy, get up otherwise you will die! Come on, I'm going to help you raise ... UPA! One, two, three ...
 
On the third day, they gave the medicine and the vet delivered:
 
-Unfortunately we're going to have to put him down tomorrow, because the virus can infect the other horses.
 
When they left, the pig was the horse:
 
-Dude, it's now or never! Get up soon! Courage! UPA! UPA! It slowly. Great, one, two, three ... Nice, nice, now faster. Fantastic! Run, run more. UPA, upa, upa! You won, Champ!
 
Then, all of a sudden the owner arrived, saw the horse running in the field and shouted:
 
-Miracle! The horse has improved. This deserves a party. Let's kill the pig!
 
 
How many times this happens within a company, or even in our families, and we didn't realize who was worthy of merit by a success?
 
  
Author: Unknown

Nenhum comentário:

Postar um comentário